1. Palavras-chave

As pesquisas realizadas no Google são feitas por meio de palavras, correto?

É por isso que elas são tão importantes no SEO.

Se você deseja rankear uma página para uma palavra-chave você deverá usar essa palavra-chave em sua página. Simples, não é mesmo?

A ideia é fazer o Google entender que a sua página responde a “pergunta” feita durante a busca do usuário.

Essa compreensão fica mais fácil quando você inclui o termo pesquisado em seu conteúdo.

É claro que não é só isso que vai fazer sua página ocupar o primeiro lugar na lista de resultados orgânicos. Entretanto, esse é o primeiro passo!

Mas, quais palavras usar?

Você vai precisar descobrir quais são as palavras mais procuradas no Google, dentro do seu nicho de atuação.

A ferramenta de palavra-chave do Google Adwords – o Google Keyword Planner – é gratuita criada para ajudar você a encontrar quais palavras-chave estão sendo mais pesquisadas.

A partir do levantamento dessas palavras sua equipe poderá criar páginas e conteúdos otimizados para esses termos.

Certifique-se de que suas palavras-chave aparecem em:

títulos de páginas;
cabeçalhos;
alt-tags;
URLs;
meta títulos;
meta descrições;
título e titulo alternativo de imagens.


Se o seu site é construído no WordPress, o plugin Yoast SEO pode facilitar a edição das suas metas descrições.

Além disso o Yoast SEO irá te mostrar uma análise SEO da página, indicando possíveis melhorias.

Leia mais em: Guia SEO para iniciante: como colocar palavras-chave no site

2. Conteúdo relevante

Uma das formas de ampliar a quantidade de paginas de seu site é criando um blog e investindo na produção de conteúdo relevante com base em suas palavras-chave que você encontrou a aplicar o passo um.

Preencher seu site com conteúdo de qualidade é uma das dicas de SEO mais importantes deste, e de todos os guias que você irá encontrar.

Além de contribuir para o SEO, o marketing de conteúdo é uma das ações mais importantes do Inbound Marketing.

Quer encontrar mais dicas de como escrever um conteúdo valioso que contribua para o SEO e para as etapas do funil de vendas? Confira as dicas do vídeo abaixo.

3. Links internos

Fazer a links entre conteúdos e páginas de seu site é mais uma das dicas de SEO facilmente aplicáveis.

Sabe essas palavras com cor diferente que aparecendo ao longo do texto e que você pode clicar? Pronto. Elas são um link interno ou externo.

Essa estratégia contribui para manter o usuários mais tempo do seu site, visitando mais páginas.

Isso ajuda o Google a entender seu canal como relevante e é fundamental para que o mecanismo de busca coloque sua página entre as primeiras dos resultados relacionados.

Caso seu site ou blog já tenha postagens antigas, faça uma revisão e insira links internos para outras postagens do seu blog ou páginas em seu site.

A linkagem interna ajuda na navegação do usuário e pode melhorar a autoridade do domínio e o poder de classificação de um site.

Certifique-se de que seus links sejam relevantes. Não vincule simplesmente por vincular.

4. Link Building

Além de carregar seu site com links internos, uma das dicas de SEO mais importantes é maximizar seus links externos.

Dentro da estratégia de link building, quanto mais uma página do seu site estiver vinculada a outros sites relevantes, mais o Google a considerará relevante.

Como já vimos até aqui, a relevância é fundamental para “conquistar” o algoritmo do Google.

O objetivo aqui é também fazer com que os sites relevantes também incluam links de seus conteúdos, nas páginas deles.

Atenção! Em uma estratégia de link building poucos links de alta autoridade farão muito mais por você do que muitos links de baixa qualidade.

Para conseguir backlinks contacte canais que você considera relevante e que atendem a personas semelhantes às suas. Essa parceria pode ser benéfica para todos os lados!

5. Tempo de carregamento das páginas

A velocidade de carregamento de suas páginas afeta diretamente o resultado de suas ações de SEO.

O ideal é que seu site carregue em três segundos ou menos.

Uma baixa velocidade de carregamento de página também pode levar a uma alta taxa de rejeição, o que pode prejudicar ainda mais as classificações nos mecanismos de pesquisa.

Você pode usar a ferramenta do Google para medir essa velocidade.

Monitoramento dos resultados e otimização contínua
Seguindo as dicas de SEO que listamos acima é provável que você melhore os resultados de suas páginas em relação a posição do ranking de pesquisa.

Entretanto, para garantir que isso está acontecendo você deve monitorar o avanço de posições de suas páginas.

A partir do monitoramento você poderá identificar as que estão respondendo positivamente às otimizações realizadas e as que ainda precisam de uma atenção especial.

Diferente das campanhas de anuncio pago, onde os resultados pausam quando a campanha pausa, com o SEO o retorno continua quando você para de mexer no material, entretanto, o monitoramento deve ser constante.

Lembre-se que seus concorrentes também podem estar melhorando suas paginas e passando na sua frente.

Além disso, é importante não deixar suas páginas com conteúdo desatualizado.

Fonte: Lahar